Brasil Essencia: a cultura do perfume

Brasil Essencia: a cultura do perfume

Renata Ashcar lança edição atualizada do livro que a consagrou como referência na área de perfumaria

São Paulo, setembro de 2016 - Renata Ashcar, publicou seu primeiro livro Brasil Essencia: A cultura do Perfume em 2001 e desde então empreendeu vários projetos culturais, educativos e profissionais que a tornaram uma autoridade reconhecida no Brasil e no mundo.  Ela celebra agora a consolidação de seu nome com o lançamento da edição atualizada do livro Brasil Essencia, 15 anos depois.

CA_Brasil_Essencia_capaDividido em três capítulos: O Perfume, O Perfume no Mundo e O Perfume no Brasil, o livro é um verdadeiro compendio sobre a origem, história e atualidade do item indispensável no dia a dia de qualquer pessoa, o perfume. Começa explicando o sentido do olfato, a arte da perfumaria, seus ingredientes, procedências, métodos de extração, pirâmide olfativa e famílias olfativas. “Para tornar este conhecimento ainda mais didático, criei uma árvore olfativa que ensina a arte da perfumaria baseada em minha experiência profissional”, explica Renata.

O capítulo O Perfume no Mundo narra a história do perfume através da humanidade, desde o Egito, cerca de 3000aC, através de incensos, que inclusive deram origem ao nome per (através) fumum (fumaça), passando por todas as civilizações até os dias de hoje. A versão atual do perfume, composta por água, álcool e fragrâncias, foi registrada em cerca de 1700dC, ou seja, quase 5.000 anos depois.

O desfecho da obra se dá pela história da perfumaria no Brasil com a chegada da corte portuguesa e as raízes culturais relacionadas ao perfume a partir dos índios, com os hábitos religiosos e a influência africana que transformaram o País em um dos líderes em consumo de perfumes no mundo e uma das mais sólidas industrias mundialmente falando.

Sobre Renata Ashcar
Há três décadas Renata contribui continuamente para a construção do segmento de perfumaria no Brasil e tornou-se a mais renomada profissional brasileira neste campo. Escreveu o livro Brasil Essência: a Cultura do Perfume, que se tornou uma referência na área e deu base ao primeiro museu de perfumes do Brasil curado por ela.  Respeitada pela indústria nacional e internacional, Renata difunde a cultura e educa com diversos projetos voltados ao público leigo, profissional e também às pessoas com deficiência visual. Renata assina o Guias de Perfumes que vai este ano para sua sexta edição.
Entre seus trabalhos estão consultoria e criação de produtos para marcas de grande expressão, palestras e intervenções artísticas e culturais como a exposição Aromatique que faz parte do calendário de eventos de celebração dos 50 anos do Shopping Iguatemi onde Renata realizou a curadoria olfativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário